InícioINTERNACIONALDocumentário “Na Linha de Frente” do Cofen vence premiação internacional da OMS

Confira

Destaque

Documentário “Na Linha de Frente” do Cofen vence premiação internacional da OMS

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) foi um dos grandes vencedores da 4ª edição do Festival de Filmes Saúde Para Todos, promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O documentário “Na Linha de Frente” mostra a dura realidade enfrentada pela Enfermagem no combate à covid-19 e foi premiado como o trabalho visual na categoria “Emergências de Saúde”.

A premiação aconteceu nesta terça-feira (6/6) em Genebra, na Suíça, e recebeu quase 800 submissões de 106 países sobre temas que vão desde a pandemia até mudanças climáticas, meio ambiente e direito das mulheres. Cerca de 90 filmes foram escolhidos para a lista final de análise de um júri de artistas internacionais e líderes de desenvolvimento. A categoria vencida pelo Cofen, uma das três principais da premiação, contou com uma seleção de 16 produções de diversos países, como Canadá, Alemanha, Guatemala, Índia, África do Sul e Ucrânia.

Presidente do Cofen relembrou difíceis momentos vividos pela Enfermagem e a luta por valorização – Foto: Cofen

A presidente do Conselho Federal, Betânia Santos, participou virtualmente da cerimônia. Em seu discurso de entrega do troféu, relembrou os difíceis momentos vividos pela Enfermagem e a luta por valorização da categoria no Brasil. “Este prêmio é o reconhecimento do nosso protagonismo. A pandemia mostrou a importância da categoria e impulsionou nossa luta por valorização e pela aprovação de uma Lei que estabelece pela primeira vez no Brasil o Piso Salarial para toda a categoria. A todos aqueles que nos assistem, de onde estiverem: Nos valorizem, pois sem Enfermagem não se faz saúde”.

Betânia Santos também destacou a importância dos investimentos na saúde e nos trabalhadores do setor. “O documentário passa uma importante e poderosa mensagem de que investir na saúde e nos profissionais da área é uma necessidade urgente, que deve ser prioridade em qualquer sociedade. Somente assim, poderemos construir sistemas resilientes e capazes de enfrentar desafios futuros, promovendo a equidade e proporcionando cuidado a todos os cidadãos”, frisou.

Para Neyson Freire, assessor chefe da comunicação do Cofen, a vitória reflete o comprometimento e a seriedade do Cofen com a valorização da Enfermagem. “Estou muito feliz com este importante reconhecimento. Esta é a prova de que o documentário foi um trabalho de qualidade que deu visibilidade às situações precárias enfrentadas pelos profissionais de Enfermagem no Brasil durante a pandemia. O Cofen lutou por melhores condições de trabalho e nossa equipe de comunicação esteve dentro dos hospitais para dar voz às dores e às dificuldades vividas diariamente pela categoria“, ressaltou.

No total, foram premiados filmes em seis categorias. O júri incluiu os atores e especialistas seniores da OMS Sharon Stone e Alfonso Herrera, a coreógrafa de dança Sherrie Silver, a ativista climática Sophia Kianni, a personalidade da mídia Adelle Onyango e demais colegas das Nações Unidas, como Melissa Fleming, subsecretária-geral da ONU, e Tlaleng Mofokeng, relatora Especial das Nações Unidas para o Direito à Saúde.

Tá bombando...